Protocolo de Madri: tradução e brasilidade | Korn Traduções

BLOG DE TRADUÇÃO

Protocolo de Madri: tradução e brasilidade

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
O Protocolo de Madri entrou em vigor no Brasil e estabelece regras para o registro de marcas com o objetivo de facilitar os trâmites para as empresas.

Em outubro de 2019, o Protocolo de Madri entrou em vigor no Brasil. Este tratado internacional estabelece regras para o registro de marcas com o objetivo de facilitar os trâmites para as empresas nos países signatários.

Apesar de positivo em alguns aspectos, este pacto trouxe desafios na tradução das denominações dos produtos e serviços brasileiros para o inglês e espanhol, idiomas adotados pelo Brasil para o uso do Protocolo.

Afinal, traduzir é bem mais do que passar um texto de um idioma para outro. O trabalho, feito por profissionais qualificados, leva em consideração as características culturais, regionais, históricas, jurídicas e contextuais de cada língua.

Desta forma, a tradução de termos da cultura e identidade brasileira é fundamental para dar um toque de brasilidade ao Protocolo de Madri e atender às reais necessidades das marcas nacionais no exterior. 


Tradução de produtos e serviços típicos do Brasil 

O Instituto Nacional da Propriedade Intelectual (INPI) atentou-se a esta questão e iniciou um trabalho de pesquisa, inclusão e atualização de termos de produtos e serviços brasileiros listados oficialmente pela entidade e que são usados como referência pelos estrangeiros.

Mais de 600 descrições de novos produtos e serviços típicos do Brasil foram traduzidas para o inglês, e passaram a integrar o Madrid Goods and Services Manager (MGS), um classificador usado pela Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI).

A partir de cerca de 200 descrições de itens típicos do Brasil que já constavam nas listas elaboradas desde o ano 2000 pelo INPI, as redações foram aprimoradas para dar padronização, clareza e a melhor informação aos estrangeiros. 

O brigadeiro (sweet made of condensed milk and chocolate), pão de queijo (Brazilian cheese bun), açaí na tigela (açai in the bowl), queijo Minas (Minas cheese), ensino de Capoeira (capoeira [sport] teaching) e espetáculo de Chorinho (presentation of live chorinho [music] performances) são algumas das novas definições que entraram na lista.

O objetivo da ação, segundo o INPI, é assegurar que os empresários de outros países não confiram a título exclusivo como marca produtos e serviços tão típicos da história e da produção do Brasil. 

Veja a lista completa dos termos


O que é o Protocolo de Madri?

O Protocolo de Madri simplifica o processo de registro de marcas, já que os solicitantes podem fazer apenas um pedido internacional. A medida reduz custos e permite aos interessados conhecer o conjunto de marcas registradas em todos os países signatários em uma única plataforma.

No Brasil, o pedido de registro internacional de marcas deve ser feito pelas empresas diretamente com o INPI, em inglês, francês ou espanhol. A entidade tem o prazo de até dois meses para analisar a documentação. 

Após esta análise, o INPI envia os documentos da empresa solicitante do registro de marca ao OMPI, que realizará exames formais e fará a inscrição do pedido em âmbito internacional. 

Cada país signatário do Protocolo de Madri examina o pedido de acordo com sua legislação e envia a resposta à organização internacional, que, por sua vez, repassará ao solicitante.


Registro, veracidade das marcas e o papel da tradução

Ao fazer o registro de produtos e serviços fora do seu país e idioma de origem, a empresa está garantindo o que é chamado no meio jurídico de “princípio da veracidade da marca”.

Uma marca não pode ser enganosa, ou seja, não deve induzir o consumidor a um erro ou uma associação indevida quanto à sua origem, composição, local de produção, entre outros fatores.

A tradução adequada ajuda a proteger as marcas brasileiras no exterior, garantindo a compreensão de termos diretamente relacionados ao produto/serviço por parte daqueles que não falam português.

Traduzir é levar em conta os variados aspectos da cultura e tradição. É transmitir a essência das marcas e garantir veracidade ao seu propósito. 


Para tradução juramentada ou livres, conte com a Korn Traduções! 

Acesse!

Para serviços de tradução, conte com a Korn Traduções, a sua empresa de tradução. Somos uma das 10 principais empresas prestadoras de serviço linguístico da América Latina e Caribe (Common Sense Advisory/CSA Research). Solicite um orçamento.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email
Korn Traduções

Korn Traduções

Últimos Posts

Siga

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no email