Início » Blog de Tradução » Idiomas Estrangeiros » Os novos termos das redes sociais. Será que têm tradução?

Os novos termos das redes sociais. Será que têm tradução?

Obviamente você sabe o que é selfie. Mas conhece a origem, evolução e tradução da palavra? O neologismo que vem do termo self-portrait, ou seja, autorretrato, de tão usado já foi incorporado ao nosso idioma e incluído em diversos dicionários. E dele vieram os termos groupie e welfie – uma selfie com mais de uma pessoa ou grupo de pessoas. Então, surgiram os dronies, espécies de selfies com movimento, e esses minivídeos agitam as redes sociais.  Mas não confunda dronies com drones, esses últimos são os veículos aéreos não tripulados, ou vants.

E aí, tem tradução?

As redes utilizam linguagem própria e os tradutores sabem disso. Mas também sabem que todo cuidado é pouco naquilo que tange o cultural. A rede social Facebook, por exemplo, utilizava como sinal de like a mão fechada, com o polegar apontando para cima (conhecido, aceito e utilizado por grande parte das culturas), mas já há um tempo esse sinal foi substituído pela escrita like, com tradução para mais de 70 idiomas. E por quê? Porque na Alemanha esse ícone tem como significado “número 1” e, no Irã, esse sinal é interpretado como ofensa.

Like
Ícone de curtir no Facebook

Já em tailandês, o número 5 é pronunciado pelo som “ha”, o que significa que se um tailandês falar 55, 555 ou 5555, as pronúncias serão, respectivamente, “haha”, “hahaha” ou “hahahaha”. Em diversas línguas, inclusive no português, “hahahaha” nada mais é do que a representação de risada em meios digitais.

5555 e Hahaha
Ha é a tradução do 5 em Tailandês

Além de haver esses conflitos entre idiomas, podem haver, também, más-interpretações de expressões dentro de um mesmo idioma. Na China, por exemplo, existe a expressão “cavalo de lama grama”, que faz parte de um hábito que os chineses têm de criar expressões com palavras que tenham fonéticas parecidas. Mas, quando pronunciada em mandarim, essa expressão apresenta uma fonética bem parecida com um insulto chinês. Já na Ucrânia, o comando Control-Alt-Delete, que serve para desligar o computador, é chamado de Dulya. Mas esse mesmo nome também significa, ainda na Ucrânia, o sinal de figa, ou seja, quando essa expressão é pronunciada, é necessário entender o contexto para saber como a palavra deve ser interpretada.

Ctrl + Alt + Del e Figa
Crtl + Alt + Del = Dulya = mesmo significado que Figa em Ucraniano

É por esse, entre outros motivos, que são grandes as chances de se ter experiências engraçadas, curiosas ou constrangedoras quando se ignora as diferenças culturais dos idiomas. Você já passou por alguma dessas situações? Compartilhe com a Korn Traduções! [:en]Obviamente você sabe o que é selfie. Mas conhece a origem ou a evolução da palavra? O neologismo que vem do termo self-portrait, ou seja, autorretrato, de tão usado já foi incorporado ao nosso idioma e incluído em diversos dicionários. E dele vieram os termos groupie e welfie – uma selfie com mais de uma pessoa ou grupo de pessoas. Então, surgiram os dronies, espécies de selfies com movimento, e esses minivídeos agitam as redes sociais.  Mas não confunda dronies com drones, esses últimos são os veículos aéreos não tripulados, ou vants.

E aí, tem tradução?

As redes utilizam linguagem própria e os tradutores sabem disso. Mas também sabem que todo cuidado é pouco naquilo que tange o cultural. A rede social Facebook, por exemplo, utilizava como sinal de like a mão fechada, com o polegar apontando para cima (conhecido, aceito e utilizado por grande parte das culturas), mas já há um tempo esse sinal foi substituído pela escrita like, devidamente traduzido para mais de 70 idiomas. E por quê? Porque na Alemanha esse ícone tem como significado “número 1” e, no Irã, esse sinal é interpretado como ofensa.

Like
Ícone de curtir no Facebook

Já em tailandês, o número 5 é pronunciado pelo som “ha”, o que significa que se um tailandês falar 55, 555 ou 5555, as pronúncias serão, respectivamente, “haha”, “hahaha” ou “hahahaha”. Em diversas línguas, inclusive no português, “hahahaha” nada mais é do que a representação de risada em meios digitais.

5555 e Hahaha
Ha = 5 em Tailandês

Além de haver esses conflitos entre idiomas, podem haver, também, más-interpretações de expressões dentro de um mesmo idioma. Na China, por exemplo, existe a expressão “cavalo de lama grama”, que faz parte de um hábito que os chineses têm de criar expressões com palavras que tenham fonéticas parecidas. Mas, quando pronunciada em mandarim, essa expressão apresenta uma fonética bem parecida com um insulto chinês. Já na Ucrânia, o comando Control-Alt-Delete, que serve para desligar o computador, é chamado de Dulya. Mas esse mesmo nome também significa, ainda na Ucrânia, o sinal de figa, ou seja, quando essa expressão é pronunciada, é necessário entender o contexto para saber como a palavra deve ser interpretada.

Ctrl + Alt + Del  e Figa
Crtl + Alt + Del = Dulya = mesmo significado que Figa em Ucraniano

É por esse, entre outros motivos, que são grandes as chances de se ter experiências engraçadas, curiosas ou constrangedoras quando se ignora as diferenças culturais dos idiomas. Você já passou por alguma dessas situações? Compartilhe com a Korn Traduções! [:es]Obviamente você sabe o que é selfie. Mas conhece a origem ou a evolução da palavra? O neologismo que vem do termo self-portrait, ou seja, autorretrato, de tão usado já foi incorporado ao nosso idioma e incluído em diversos dicionários. E dele vieram os termos groupie e welfie – uma selfie com mais de uma pessoa ou grupo de pessoas. Então, surgiram os dronies, espécies de selfies com movimento, e esses minivídeos agitam as redes sociais.  Mas não confunda dronies com drones, esses últimos são os veículos aéreos não tripulados, ou vants.

E aí, tem tradução?

As redes utilizam linguagem própria e os tradutores sabem disso. Mas também sabem que todo cuidado é pouco naquilo que tange o cultural. A rede social Facebook, por exemplo, utilizava como sinal de like a mão fechada, com o polegar apontando para cima (conhecido, aceito e utilizado por grande parte das culturas), mas já há um tempo esse sinal foi substituído pela escrita like, devidamente traduzido para mais de 70 idiomas. E por quê? Porque na Alemanha esse ícone tem como significado “número 1” e, no Irã, esse sinal é interpretado como ofensa.

Like
Ícone de curtir no Facebook

Já em tailandês, o número 5 é pronunciado pelo som “ha”, o que significa que se um tailandês falar 55, 555 ou 5555, as pronúncias serão, respectivamente, “haha”, “hahaha” ou “hahahaha”. Em diversas línguas, inclusive no português, “hahahaha” nada mais é do que a representação de risada em meios digitais.

5555 e Hahaha
Ha = 5 em Tailandês

Além de haver esses conflitos entre idiomas, podem haver, também, más-interpretações de expressões dentro de um mesmo idioma. Na China, por exemplo, existe a expressão “cavalo de lama grama”, que faz parte de um hábito que os chineses têm de criar expressões com palavras que tenham fonéticas parecidas. Mas, quando pronunciada em mandarim, essa expressão apresenta uma fonética bem parecida com um insulto chinês. Já na Ucrânia, o comando Control-Alt-Delete, que serve para desligar o computador, é chamado de Dulya. Mas esse mesmo nome também significa, ainda na Ucrânia, o sinal de figa, ou seja, quando essa expressão é pronunciada, é necessário entender o contexto para saber como a palavra deve ser interpretada.

Ctrl + Alt + Del  e Figa
Crtl + Alt + Del = Dulya = mesmo significado que Figa em Ucraniano

É por esse, entre outros motivos, que são grandes as chances de se ter experiências engraçadas, curiosas ou constrangedoras quando se ignora as diferenças culturais dos idiomas. Você já passou por alguma dessas situações? Compartilhe com a Korn Traduções! [:]

Korn Traduções

Korn Traduções

Agilidade, Segurança e Qualidade. CONHEÇA NOSSO PROCESSO Anexe seus documentos e escolha o tipo de serviço que deseja.

Este site usa cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.